MEDICINA

Vírus devorador de bactérias poderá acabar com os antibióticos

O melhor é que os "fagos" não afetam a saúde humana!

Vídeo relacionado:
Cada vez mais bactérias se tornam imunes aos antibióticos, o que, atualmente, causa em torno de 700 mil mortes por ano e, até 2050, poderá provocar até 10 milhões de óbitos anuais. Os especialistas alertam que esse problema poderá acarretar graves colapsos na saúde pública, por isso inúmeros cientistas e empresas farmacêuticas estão pesquisando, atualmente, novos métodos para combater as infecções.

Os fagos são vírus que se alimentam de bactérias. Descobertos há mais de 100 anos, eles foram utilizados na União Soviética para combater diversas doenças. Agora, seu uso está sendo pesquisado como substituto dos antibióticos atuais.

Esses fagos não ameaçam a saúde humana, já que estão programados para atacar somente as bactérias. Diversos profissionais dessa área acreditam que sua implementação poderá mudar a história da medicina moderna.

“Há uma necessidade urgente de mais investimento na pesquisa das infecções resistentes aos antibióticos, como a tuberculose, por exemplo”, explica Paul Grint, diretor da empresa AmpliPhi Biosciences. “Caso contrário, seremos obrigamos a voltar à época em que as pessoas tinham medo de simples infecções e arriscavam suas vidas por causa de uma pequena cirurgia”, completa.

 


Fonte: RT