vida em marte

Um simples fungo pode acabar com o sonho de colonizar Marte

Organismo é nocivo aos seres humanos e se reproduz mesmo em ambientes hostis. 

Vídeo relacionado:
Um estudo recente, publicado pela NASA, alerta sobre o sério perigo que os astronautas selecionados para explorar Marte estariam correndo. Entre outras doenças, eles poderão sofrer de asma, alergias e infeções na pele – tudo isso por causa de um fungo conhecido como Hitchhiking ou Autostop.

“Classificar e entender as possíveis mudanças e sucessões de espécies fúngicas é extremamente importante, já que esses organismos não são perigosos apenas para os habitantes, mas também representam um grande impacto para a deterioração dos habitats”, afirmou Kasthuri Venkateswaran, do Jet Propulsion Laboratory, na NASA.

Os resultados do estudo foram obtidos através de vários experimentos realizados com seres humanos, que ficaram alojados em uma cápsula chamada ILMAH. Nela, foi simulado o ambiente de um voo espacial. Com isso, os cientistas puderam detectar que as colônias de fungos cresceram exponencialmente, incluindo também as linhagens mais nocivas.

“O conhecimento profundo do microbioma viável permitirá o desenvolvimento dos procedimentos necessários para a manutenção e limpeza de um habitat fechado como o ILMAH, e também evitará que ele se deteriore e se transforme em um perigo para a saúde dos seus ocupantes”, concluiu Venkateswaran.


Fonte: Infobae

Imagem: Shutterstock