Todos os horários
SOL

Sol está “queimando” o campo magnético da Terra

Explosões solares gigantescas pioraram a situação no planeta. 

No último 6 de setembro, a NASA detectou a labareda solar mais poderosa dos últimos 12 anos, com uma intensidade de X9.3. Essa escala determina o tipo de fulguração por meio de uma letra, nesse caso “X”, utilizada para as erupções extremamente grandes; e um valor, que determina sua intensidade.

Quando ocorrem fulgurações desse tipo, a energia emanada do centro do disco solar consegue alcançar 1 trilhão de megatons de TNT. Isso é uma quinta parte da energia emitida pelo Sol em um único segundo e mais que toda a energia que o homem é capaz de produzir em 1 milhão de anos.

Atualmente, toda essa energia está “queimando” o campo magnético terrestre, no momento em que o planeta enfrenta uma nuvem de plasma solar que alcança um diâmetro de aproximadamente 100 milhões de quilômetros. Especialistas já previram o surgimento de auroras polares em cidades da Rússia e do Canadá.


Fonte: RT

Imagem: Shutterstock