EGITO

Polícia para quem precisa: a força repressiva no Egito Antigo

No Egito Antigo, os faraós consideravam a força policial absolutamente necessária para o controle dos impostos, das construções e dos atritos gerados durante os períodos de fome.

Essa força de segurança era realizada por divisões especializadas para cada uma das tarefas a serem cumpridas. Ela escoltava os responsáveis pela “contagem do gado”, ou seja, da arrecadação de impostos, e tinha como objetivo rastrear as mercadorias que os cidadãos se negavam a entregar.

Além disso, essa “polícia” executava outros serviços, como cuidar das fronteiras, escoltar navios e até mesmo vigiar o comportamento dos habitantes da aldeia, para se certificar de que tudo estava em ordem. Curiosamente, além de contar com o corpo especial “medjay”, responsável pela segurança pessoal, existia o grupo “sasha”, que guardava o harém do Faraó.



Fonte e imagem: revistadehistoria.es