Ta Na História

O maior cartunista erótico do Brasil

Por Thiago Gomide do Tá na História.

 

Parceria HISTORY e Ta Na História

Enquanto a mulher dormia, ele desenhava histórias picantes. De manhã, um cidadão comum. À noite, um cartunista lascivo.

As revistinhas de Carlos Zéfiro, chamadas sarcasticamente de “catecismo”, vendiam em bancas e foram pioneiras no universo erótico brasileiro.

Os meninos, os barbudos e até os vovôs compravam aos montes. Pra muitos, ele foi o primeiro contato com o sexo.

Não só no Rio de Janeiro as obras eram procuradas. Os distribuidores, cheios de mistérios e cuidados, levavam para os quatro cantos do Brasil.

Durante as décadas de 1950, 1960 e 1970, Carlos Zéfiro era uma lenda. Assunto de bar. Assunto de mesas redondas em rádio. Assunto de jornal.

Ninguém sabia quem era Carlos Zéfiro. Era um ídolo anônimo. Ficou sem mostrar as caras por décadas. Décadas. Isso aumentava o interesse da multidão.

Os militares, durante a ditadura, resolveram capturar Zéfiro. Ele atentava contra os bons costumes.

Quer saber como isso terminou? Aperta o play.

Carlos Zéfiro tinha um trabalho e uma vidinha completamente distante do que se podia imaginar.

Quer saber como ele sobrevivia, sua identidade original? Aperta o play.

Uma grande música do nosso cancioneiro popular foi composta por ele.

Quer saber qual é? Aperta o play.

Dica de ouro: aproveite e se inscreva no youtube.com/tanahistoria. Têm muitos outros vídeos sobre personagens e fatos marcantes da história.

Pra entrar em contato, o e-mail é [email protected]


 

THIAGO GOMIDE é jornalista e pesquisador. Foi apresentador e editor do Canal Futura e da MultiRio, ambos dedicados à educação. Escreveu e dirigiu o documentário "O Acre em uma mesa de negociação". Além de ser o responsável pelo conteúdo do Tá na História, atualmente edita e apresenta o programa A Rede, na Rádio Roquette Pinto ( 94,1 FM - RJ). 

A proposta do Tá na História é oferecer conteúdos que promovam conhecimento sobre personagens e fatos históricos, principalmente do Brasil. Tudo isso, claro, com bom humor e muita curiosidade.