ÍNDIOS

Índios isolados são avistados em região ameaçada por garimpo ilegal em Roraima

Uma tribo de índios isolados foi avistada recentemente por uma equipe da Funai (Fundação Nacional do Índio) na Terra Indígena Yanomami, em Roraima.

Desde 2011 a Funai monitora o grupo via satélite e por meio de sobrevoos. Segundo Fabrício Amorim, coordenador de Proteção e Localização de Índios Isolados da Funai, as atitudes dos Moxihatëtëa indicam que o grupo quer se manter isolado, já que suas ações apontam que eles procuram evitar contatos com a sociedade não indígena. "É possível, no entanto, que eles tenham contatos esporádicos e não permanentes com outros grupos de Yanomami", diz.

O sobrevoo indica que os índios estão bem. Eles produzem roças de banana e o número de tapiris (abrigos indígenas) permanece o mesmo desde que o grupo passou a ser monitorado, apontando para uma possível estabilidade do número de famílias. Mas durante o sobrevoo também foram feitas descobertas preocupantes. Os pesquisadores avistaram pistas de pouso clandestinas e balsas para extração ilegal de ouro na região. 

O Brasil concentra a maior população de povos isolados conhecida no mundo. De acordo com a Funai, o país reconhece a existência de 103 registros, sendo 26 confirmados. As ações de localização de grupos isolados por parte do órgão indicam que esse número pode aumentar ainda mais nos próximos anos. 


Fonte: Funai

Imagem: Guilherme Gnipper Trevisan/Funai/Divulgação