evolução

Humanos teriam sido os assassinos dos "hobbits"?

Uma equipe da Universidade Wollongong, da Austrália, encontrou na ilha de Flores, na Indonésia, provas de que um grupo de Homo sapiens poderia ter sido o responsável pela extinção do Homo floresiensis.

A descoberta de um crânio humano apoia a teoria de que esses hominídeos – os quais, por causa de sua pequena estatura, não superior a 1 metro, são conhecidos como Hobbits – teriam convivido com nossos ancestrais nessa região.

Os cientistas, liderados pelo arqueólogo Thomas Sutikna e pelo geocronologista Richard Roberts, revelaram a descoberta no último congresso anual da Sociedade Europeia para o Estudo da Evolução Humana, realizada em Madri.

Desde que os primeiros restos de Homo floresiensis foram encontrados na ilha do sudeste asiático, em 2003, os pesquisadores têm tentado determinar o que causou sua extinção. Assim como os antepassados do homem, esses pequenos seres caminhavam eretos e dominavam diversas ferramentas, mas seu destino foi interrompido há milhares de anos.

A descoberta de uma fração de um crânio pertencente a um Homo sapiens que corresponde ao mesmo período histórico em que viveram os “Hobbits” reforça a hipótese de que estes teriam sido exterminados pelos seres humanos com quem disputavam os recursos naturais do local.

 


Fonte: RT

Imagem: arc-team-open-research.blogspot.ru via RT