EGITO

Egípcios teriam criado divisão do dia como temos agora, aponta estudo russo

A ciência continua desvendando os mistérios sobre o passado. Até agora, acreditava-se que os habitantes do Antigo Egito dividiam seu dia em 2 partes de 12 horas, alterando com as mudanças na duração de cada período durante o ano.

No século XIII a.C., um relógio solar em forma de semicírculo foi encontrado no Vale dos Reis e os antropólogos deduziram que era horizontal e bastante impreciso, tendo sido utilizado para indicar este sistema de horas do dia e da noite. Entretanto, um estudo posterior do relógio, feito por uma equipe de cientistas russos, demonstrou que, na verdade, os antigos egípcios foram os primeiros a calcular que um dia completo tinha duração de 24 horas idênticas. O estudo também pôde constatar que o relógio era vertical e muito mais preciso que os horizontais, pois possui um gnômon - parte do relógio solar que possibilita a projecção da sombra - em declínio que era utilizado para dividir o tempo em 24 horas iguais.

O resultado da pesquisa indica que a divisão do dia como temos agora foi calculada pelos egípcios, e não gregos ou árabes antigos, entre 11 e 12 séculos antes do que se imaginava. Os estudos indicaram também que um pequeno atraso entre o meio-dia e a continuidade das horas do dia servia para indicar o horário da “sesta”, costume até hoje tradicional em diversos países.

Fonte e imagens: RT