CHINA ANTIGA

Descoberta sobre origem grega do exército de terracota chinês pode mudar a história

Se a teoria se confirmar, muda a história de que a relação entre o Ocidente e a China começou só a partir da Rota da Seda. 

Vídeo relacionado:
O exército de terracota, também conhecido como guerreiros de Xian, foi descoberto por acaso em 1974, na província chinesa de Shaanxi. Formado por mais de 8 mil esculturas de barro, o exército estava disposto como guardião do túmulo do primeiro imperador da Dinastia Qin, Qin Shihuang, que viveu há mais de 2.200 anos.

Novas descobertas indicam que essas esculturas teriam influências gregas. Elas derrubariam a hipótese de que o vínculo entre o Ocidente e a China teria começado com a Rota da Seda, inaugurada por Marco Polo no século XIII.

Li Xiuzhen, um dos arqueólogos responsáveis pela pesquisa, explica: “acreditamos que o exército de Terracota, os acrobatas e as esculturas de bronze encontrados nesse local foram inspirados pelas esculturas e pela arte da Grécia Antiga”.

Umas das maiores evidências para dar suporte a essa hipótese é a dos restos de DNA europeu encontrados na região, que teriam pertencido à época das esculturas. Alguns especialistas acreditam que artistas gregos poderiam ter vivido na região e ensinado sua arte aos orientais.


Fonte: Playground
Imagem: Shutterstock