PALEONTOLOGIA

Descoberta no Brasil espécie mais antiga do mundo de dinossauro de pescoço longo

Uma nova espécie de dinossauro foi descoberta por pesquisadores do Rio Grande do Sul. A equipe da Universidade de Santa Maria encontrou três animais pré-históricos fossilizados na cidade gaúcha de Agudo. Esta é a primeira descoberta de esqueletos completos de dinossauros no Brasil.

Vídeo relacionado:


Segundo os pesquisadores, os ossos estão em bom estado de conservação. A espécie foi batizada de Macrocollum itaquii. Estima-se que os esqueletos fossilizados tenham cerca de 225 milhões de anos.

Os animais tinham cerca de 3,5 metros de comprimento. De acordo com os cientistas, a principal característica da espécie é o pescoço extremamente longo. O paleontólogo Rodrigo Temp Müller explica este é o dinossauro de pescoço longo mais antigo descoberto no mundo.

O dinossauro descoberto no Rio Grande do Sul era herbívoro. Os pesquisadores chegaram a essa conclusão ao analisar a dentição do fóssil. O pescoço longo do animal pode ter sido uma vantagem, pois assim ele conseguiria se alimentar de vegetação mais alta. Os fósseis ficarão abrigados no Centro de Apoio à Pesquisa Paleontológica da Quarta Colônia na cidade gaúcha de São João do Polêsine, onde estarão à disposição de pesquisadores e do público. 


 Fonte: G1

Imagens: Ilustração por Márcio Castro/CAPPAUFSM/Divulgação e Foto por Rodrigo Temp Müller/CAPPAUFSM/Divulgação