Ta Na História

Como foi o roubo do cofre do Adhemar de Barros?

Por Thiago Gomide do Tá na História

 

Parceria HISTORY e Tá Na História

 

Vou te dar sete motivos para ver esse vídeo:

  1. um cofre

  2. de uma amante

  3. com dois milhões de dólares

  4. frutos de corrupção

  5. de um político importante

  6. foi roubado por guerrilheiros em pela Ditadura Militar

  7. uma famosa política estava envolvida indiretamente

 

“Rouba, mas faz”.

 

Já ouviu essa frase? Muita gente acredita que é para o deputado Paulo Maluf, mas não é não, é para o Adhemar de Barros , ex-Governador de São Paulo, homem importante na política nas décadas de 1930 a 1960.

De suspeitas de corrupção, a biografia do Adhemar está repleta até o talo.

São denúncias de corrupção na saúde, na educação, com empreiteiros e até na cobrança de propinas de saliência.

Dizem que o Adhemar só parava de pensar em dinheiro quando o telefone tocava... e do outro lado da linha estava o Dr. Rui.

Era assim que ele chamava a amante dele, a Ana Benchimol.

Dr. Rui ou Ana, você escolhe, em 1969, guardava um imenso segredo: na casa do irmão dela, em Santa Teresa, no Rio de Janeiro, havia escondido um cofre com milhões de dólares.

 

A suspeita é que era dos tais desvios do Adhemar de Barros.

Ana precisava guardar aquele segredo a sete chaves, mas não rolou. O sobrinho dela ficou sabendo.

 

Vou te dar mais seis motivos pra ver esse vídeo:

  1. quem era o sobrinho dela?

  2. a qual grupo ele era ligado?

  3. como foi a ação pra roubar o cofre?

  4. como aconteceu o roubo?

  5. o que aconteceu com a grana?

  6. que política importante participou indiretamente desse caso?

 

Aperta o play, vai.

 

A Ana e a família negaram até onde podiam que dentro do cofre tinha grana.

Muito menos grana do Adhemar, de corrupção. Nem queixa fizeram.

O Adhemar morreu 4 meses antes desse episódio.

 

Sempre me perguntam sobre a bibliografia que uso para escrever o texto do vídeo.

No final de todos os vídeos há os livros, dissertações, teses ou matérias jornalísticas que utilizo.

Nesse vídeo, por exemplo, me baseei nos livros “O cofre do Dr.Rui”, do Tom Cardoso, e “Cofre do Adhemar”, do Alex Solnik. O primeiro saiu pela Civilização Brasileira e o segundo pelo selo Jaboticaba.

Há ainda uma biografia recente sobre o Adhemar de Barros: Adhemar, Fé em Deus e Pé na Tábua, do Amilton Lovato. A editora é a Geração Editorial.

 

 

O canal no YouTube está lotado de curiosidades históricas. Entra lá e se inscreva.

Até semana que vem!  ;)

Pra entrar em contato, o e-mail é [email protected]


 

THIAGO GOMIDE é jornalista e pesquisador. Foi apresentador e editor do Canal Futura e da MultiRio, ambos dedicados à educação. Escreveu e dirigiu o documentário "O Acre em uma mesa de negociação". Além de ser o responsável pelo conteúdo do Tá na História, atualmente edita e apresenta o programa A Rede, na Rádio Roquette Pinto ( 94,1 FM - RJ). 

A proposta do Tá na História é oferecer conteúdos que promovam conhecimento sobre personagens e fatos históricos, principalmente do Brasil. Tudo isso, claro, com bom humor e muita curiosidade.