ESPAÇO

Canadenses criam elevador espacial inflável de 20 mil metros

A empresa canadense Thoth Technologi obteve uma patente nos EUA para um elevador espacial inflável, com quase 20 mil metros, que, uma vez construído, poderia reduzir drasticamente o custo do transporte de carga e de pessoas para o espaço.

A torre seria composta de seções infladas, movidas por gás pressurizado, e seria 20 vezes mais alta do que o Dubai Burj Khalifa, prédio mais alto do mundo atualmente.

"Os astronautas subiriam 20 quilômetros por um elevador elétrico", disse o inventor Brendan Quine, em comunicado à imprensa. A empresa acredita que o elevador poderia economizar mais de 30% do combustível utilizado para alimentar um foguete convencional.

O conceito de um elevador espacial não é nada de novo, e essa ideia já foi lançada em 1895 pelo russo Konstantin Tsiolkovsky.

No entanto, é provável que a patente fique por um bom tempo somente no plano imaginário, já que não há tecnologia e materiais para erguer uma torre tão alta. Mas, se o sonho se tornar realidade, o custo de transporte de mercadorias para o espaço cairia drasticamente. Hoje, 0,5 kg custam US$ 10 mil para serem enviados ao espaço por meio de foguetes. Com o elevador, esse custo declinaria para US$ 230, de acordo com a BBC.

Fontes:

Huffington Post,

Thoth Technology

Imagem: Divulgação Thoth Technology