ESPAÇO

Buraco negro poderá ser fotografado pela primeira vez em 2018

Um buraco negro é uma região do espaço com uma concentração de massa tão grande que gera um campo gravitacional capaz de engolir qualquer partícula de matéria ou luz. Embora o fenômeno tenha sido estudado extensivamente no campo teórico, ninguém ainda foi capaz de ver um desses estranhos exemplares. Mas, em 2018, isso poderá mudar.  Cientistas da Unversidade Monash, em Melbourne, na Austrália, tentarão fotografar, pela primeira vez, o horizonte de acontecimentos (as fronteiras que separam esses vórtices do resto do Universo) de um buraco negro da nossa Galáxia.

Vídeo relacionado:

Para chegar ao seu objetivo, os astrofísicos utilizarão interferômetros – aparelhos capazes de medir a longitude dessas ondas no espaço – nos comprimentos de ondas milimétricas Se o experimento funcionar, nos próximos meses será possível observar, pela primeira vez na história, imagens que revelarão a silhueta de um buraco negro.

Esse marco científico ajudará a compreender melhor como os buracos negros afetam a evolução do nosso universo e como as estrelas e as galáxias se desenvolvem.

 

Fonte: VIX 
Imagem: Jurik Peter/Shutterstock.com