múmias

Autópsia virtual revela a real aparência de Tutancâmon, completamente diferente de todas vistas até hoje

Após vários anos de pesquisa, uma equipe de especialistas conseguiu realizar um autópsia virtual do corpo do faraó egípcio Tutancâmon, morto em 1352 a.C. e depositado em um majestoso sarcófago de ouro maciço. Dessa forma, foi possível descobrir que o antigo rei era dentuço, manco, possuía quadris largos, um pé torto e más formações de nascimento, possivelmente causadas pelo incesto a partir do qual foi gerado.

Esse estudo revelador nega a hipótese de que o jovem imperador, morto aos 19 anos, tenha sido assassinado, e aponta para um sério problema congênito, relacionado à sua herança como filho de dois irmãos de sangue. De acordo com Albert Zink, diretor do Instituto de Múmias e do Homem do Gelo, os resultados são baseados em mais de 2 mil scans digitais da múmia, o que permitiu obter uma análise detalhada do mapa genético familiar da dinastia de Tutancâmon. O túmulo de Tutancâmon foi encontrado no Vale dos Reis, no Egito, em 1922, graças ao trabalho do arqueólogo Howard Carter.

Fonte: Infobae