meteoros

Asteroide que extinguiu dinossauros gerou tsunami de 1600 metros de altura

Pesquisadores dos Estados Unidos realizaram várias simulações computadorizadas para descobrir que o mesmo asteroide que acabou com os dinossauros, há 65 milhões de anos, também gerou um gigantesco tsunami de 1600 metros de altura, que varreu todo o planeta Terra. O meteoro Chicxulub, responsável pelo cataclismo, tinha 14 quilômetros de diâmetro e caiu na atual região do golfo do México.

Agora, especialistas da Universidade de Michigan simularam o impacto em diversos modelos computadorizados para avaliar o que aconteceu durante os dez minutos posteriores ao evento. Assim, puderam estabelecer que o asteroide afundou a 1.500 metros de profundidade, gerando uma explosão tão imensa que a água demorou para invadir a área terrestre, movendo-se primeiro até o fundo da cratera formada e depois se tornando uma violenta onda de colapso.

O tsunami se movimentou por todo o oceano, alcançando uma velocidade de 143 quilômetros por hora na região do golfo do México, durante as primeiras 24 horas. Os efeitos da onda inicial se estenderam pelo Oceano Atlântico, enquanto suas réplicas alcançaram alturas de 14 metros no Oceano Pacífico.

O asteroide também provocou ondas de choque e lançou uma grande quantidade de poeira para a atmosfera. As partículas bloquearam os raios do sol durante anos, matando as plantas e os animais que se alimentavam delas.


Fonte: Live Science 

Imagem: Shutterstock.com