Hoje na história

13.ago.0657

Vitaliano é eleito Papa da Igreja Católica

San Vitaliano foi Papa da Igreja Católica entre 13 de agosto de 657 e o ano de 672. Sucedeu a Eugenio I e seu pontificado caracterizou-se pela luta contra o monotelismo, doutrina altomedieval que defendia a existência de uma só vontade e atividade nas duas naturezas de Jesus Cristo (em oposição à interpretação emanada da Igreja que encontrava duas vontades, correspondentes a suas duas naturezas, na segunda pessoa da Santíssima Trindade). A disputa sobre esta questão se tinha exacerbado em consequência do edito Typos, publicado em 648 pelo imperador bizantino Constante II Heraclio, no qual se proibia a discussão sobre o tema, atendo-se ao dogma oficial da Igreja. O edito foi mal recebido no Oriente, onde os monotelitas tinham grande força e causou uma separação entre os ramos oriental e ocidental da Igreja. Vitaliano esforçou-se por fazer frente à situação com diplomacia e não entrou em confronto com o Imperador condenando o edito, como lhe pediam seus conselheiros. Graças a isto, Constante II confirmou a nomeação de Vitaliano e as relações com Bizancio ficaram mais fluídas a partir desse momento.

 


Imagem: Artaud de Montor [Domínio público], via Wikimedia Commons