Hoje na história

17.nov.2016

Ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral é preso

No dia 17 de novembro de 2016, o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral foi preso na 37ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Operação Calicute, uma ação conjunta da Polícia Federal, Ministério Público Federal e Receita Federal.

 

Contra Cabral são investigados crimes de organização criminosa, corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de dinheiro, entre outros. Ele é acusado de chefiar um esquema que movimentou mais de R$ 220 milhões em propinas a agentes estatais em obras executadas com recursos federais. 

 

O ex-governador foi preso no seu prédio no Leblon, na Zona Sul da capital fluminense. Cabral é o segundo ex-governador do Rio preso em menos de dois dias – Anthony Garotinho já havia sido detido sob a acusação de compra de votos.

 

A ação conjunta foi montada após a delação premiada do dono da Delta Engenharia, Fernando Cavendish, e em relatos de diretores da Carioca Engenharia e Andrade Gutierrez. Além de Cabral, também foram presos o ex-secretário de governo, Wilson Carlos, o ex-assessor Wagner Jordão Garcia e o ex-secretário de Obras, Hudson Braga. 

 

Cabral teve contra si dois mandados de prisão expedidos - um do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, e o outro do juiz Sergio Moro, da 13ª vara federal de Curitiba. O ex-governador foi preso no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, e, posteriormente, a partir de 10 de dezembro, ficou detido na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba (PR). 

 


 

 

Imagem: Wilson Dias/ABr (Agência Brasil [1]) [CC BY 3.0 br], via Wikimedia Commons