Hoje na história

08.nov.1799

Enforcados os condenados pela participação na Conjuração Baiana

Quatro condenados à morte pela participação no movimento emancipacionista da Conjuração Baiana (também chamada de Revolta dos Alfaiates ou Revolta dos Búzios) foram enforcados em um dia como este, no ano de 1799. Desta maneira, morreram o soldado Lucas Dantas do Amorim Torres, o aprendiz de alfaiate Manuel Faustino dos Santos Lira, o soldado Luís Gonzaga das Virgens e o mestre alfaiate João de Deus Nascimento. Eles tiveram as cabeças cortadas e expostas ao público como exemplo.

Os primeiros passos para o movimento da Conjuração Baiana ocorreram no dia 12 de agosto de 1789, na então Capitania da Bahia. Os revoltosos deste movimento de caráter popular foram influenciados pela independência das Treze Colônias Inglesas, por ideias iluministas, republicanas e emancipacionistas. Eram exigidos do poder imperial a libertação dos escravos, a instauração de um governo igualitário, instalação de uma república na Bahia, liberdade de comércio e o aumento dos salários dos soldados. Contudo, a revolta sofreu com a denúncia dos seus participantes e, no dia 8 de novembro, houve a execução dos condenados à pena capital. Outros foram condenados ao degrado, para viver em outros territórios distantes, além de 500 chibatadas no Pelourinho.

 


Imagem: Tonyjeff [Domínio público], via Wikimedia Commons