Hoje na história

14.out.2012

Austríaco quebra a barreira do som ao pular de um balão da estratosfera

Depois de uma série de cancelamentos, o paraquedista Felix Baumgartner realizou com sucesso, em um dia como este, no ano de 2012, um salto de um balão da estratosfera da Terra, a 39 mil metros de altura. De acordo com os cálculos do centro de controle da missão, ele quebrou a barreira do som nos primeiros 40 segundos de queda, quando atingiu 1.173 km/h. Em condições normais, na atmosfera terrestre, a velocidade do som é de 1.234 km/h, já na estratosfera pode alcançar 1.110 km/h, por conta da menor resistência do ar, de acordo com os organizadores do salto.
 
A queda livre durou quatro minutos e 20 segundos. Depois disso, Baumgartner pousou em segurança no Centro Aéreo de Roswell, nos Estados Unidos. Foi o primeiro saldo em queda livre supersônica e sem veículo motorizado da história.
 
A missão envolveu sérios riscos para a saúde do paraquedista por causa do escasso oxigênio na estratosfera, temperaturas extremas (em torno de – 57°C) e a pressão atmosférica de apenas 1%. Entre os potenciais perigos estavam hemorragia cerebral e perda de consciência. Fora os recordes quebrados, Baumgartner e a sua equipe também realizaram testes com roupas espaciais e fizeram a análise de como é o funcionamento do corpo humano na estratosfera. O austríaco estava se preparando para este salto havia cinco anos.

 


Imagem: Anna [CC BY 2.0], via Wikimedia Commons